Mahamudo Amurane diz que não pactua com corrupção

0
304

Entrevistar Mahamudo Amurane é difícil porque responde às perguntas ainda por fazer. Depois de uma Volta pelo município, escalamos o gabinete de trabalho do incorruptível edil da “Capital do Norte”, numa corrida em que a Frelimo andou coxa e divida. A cidade voltou a ser limpa e renovada. Tem novas ruas e mercados a despontar na periferia. Amurane diz que á alérgico à corrupção. Avisa que os que fazem construções à margem da lei, verão as suas edificação derrubadas porque queremos uma cidade respeitável.Os espaços para arruamentos não são para levantar barracas e casa de habitação. Esclarece que interagimos com o governo central para nos transferirem os serviços primários de saúde e educação primária, mas até agora nem água vai nem água vem.
Trabalho persistente e de equipa é a nossa arma Edwin Hounnou (EH)- Quem passa pela Cidade de Nampula hoje e quem passou há dois anos, nota uma grande diferença. A Cidade está a mudar para o melhor. Qual é o segredo das mudanças que estão a se verificam?
Mahamudo Amurane (MA) – Não há nenhum segredo que possa ser considerado. Trata-se de um comprometimento que apresentando vamos ter uma situação melhor, justamente respondendo às propostas comomiríamos melhorar a situação da nossa cidade. Encontrámos uma situação em que os resíduos sólidos não eram removidos, abarrotavam todas as esquinas e vias da cidade. Faltavam entrar pelos quartos dentro, pois toda a cidade estava inundada de lixo. Anunciámos, no início, que vamos remover os resíduos sólidos e vamos deixar a cidade limpa. Foi o que fizemos e com muito sucesso. Por Edwin Hounnou

PARTILHAR