Mahamudo Amurane cerimónia da Independência Nacional

Em nome do Conselho Municipal da Cidade de Nampula e em Meu nome pessoal endereço a todos os presentes, saudações calorosas e felicitações por esta comemoração do dia da nossa independência nacional

0
482

MUNICÍPIO DE NAMPULA
CONSELHO MUNICIPAL DE NAMPULA
GABINETE DO PRESIDENTE

DISCURSO DE EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DA CIDADE DE NAMPULA, DR. MAHAMUDO AMURANE POR OCASIÃO DA CERIMÔNIA DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

Sua Excelência Senhor Governador da Província de Nampula; Excelência
Administrador do Distrito de Nampula; Excelência;
Senhores Presidentes das Assembleias Provincial e Municipal de Nampula;
Digníssimos Membros do Governo Provincial.
Distintos convidados;
Minhas senhoras e Meus senhores;

Em nome do Conselho Municipal da Cidade de Nampula e em Meu nome pessoal endereço a todos os presentes, saudações calorosas e felicitações por esta comemoração do dia da nossa independência nacional.

Nos reunimos hoje, mais uma vez, para vincarmos o espírito da nossa união para a autodeterminação, tendo como base a moçambicanidade na adversidade cultural, econômica e política, mas com princípios assentes para uma sociedade cada vez mais democrática, mais inclusiva e com valores da humanização nas nossas relações sociais.

Esta cerimonial ocorre num momento especial da nossa historia da moçambicanidade, porque o país vive momentos de uma paz do conflito armado derivado de desentendimentos políticos entre dois grupos de irmãos. Devemos celebrar hoje a nossa independência nacional com muito mais alegria, porque estamos em paz, mas devemos também lembrar que a paz que hoje vivemos foi fruto da mobilização social para mais uma vez revestirmo-nos do espírito da união na rejeição de qualquer tipo de violência nas demandas políticas. Pelo que urge a necessidade e a responsabilidade de todos para a manutenção da paz!

Não nos cansemos declarar viva a paz!
Não nos cansemos declarar viva o espírito da unidade nacional!

Minhas Senhoras e Meus Senhores
Excias,

Exaltamos o espírito da união que nos levou à independência nacional, que hoje completamos 42 anos, exaltamos o espírito da união que nos levou à paz do conflito armado recente, devemos exaltar o espírito da união nos desafios de desenvolvimento da nossa sociedade!
A nossa independência política e a paz não devem traduzir-se o fim de nossas lutas, devem sim constituir elementos motivadores para a construção da nossa cidadania assente na liberdade real. A liberdade real que almejamos só podemos tê-la com a dignidade humana e não existe a dignidade humana sem princípios de valores humanos, pelo que nos remete aos desafios para a luta na apropriação de valores humanos universalmente aceites.
Caros compatriotas,
Devemos recorrer à nossa experiência do espírito da união em nossas lutas para removermos os entraves ao desenvolvimento da nossa sociedade. Devemos nos unir no repúdio a todas as formas de corrupção na nossa sociedade, porque a corrupção colide com os valores da dignidade humana e, por conseguinte, remete a sociedade à precariedade humana.

Devemos exaltar atitudes éticos e o trabalho no desenvolvimento da nossa sociedade para a consolidação da nossa liberdade real, confrontando sempre e com firmeza e rigor os idealistas da precariedade humana, combatendo todas as formas que desumanizam a nossa sociedade.
Devemos promover os processos da descentralização da máquina administrativa do estado para que nos partidos políticos não tenham lugar ideias da centralização na administração pública, porque a centralização encoraja a corrupção e leva toda a sociedade inteira à escravatura!
Viva o 25 de junho, dia da independência nacional!
Viva o trabalho para a nossa dignidade!
Abaixo a corrupção!

A todos os presentes, votos de festas felizes!
Muito obrigado